Seguidores

domingo, 8 de janeiro de 2017

Será que estamos programados para acreditar em Deus? Pesquisa revela ligação inesperada entre a evolução e a religião

Segundo uma nova pesquisa, é possível que a humanidade esteja 'programada' para ser religiosa, e a causa disso é a evolução. 




De acordo com um professor da Universidade de Oxford, o medo dos deuses poderia ter ajudado a moldar a humanidade para o que somos hoje. Isto significa que a Religião poderia muito bem ser o resultado da evolução.

O medo da ira de Deus poderia ter desempenhado um papel-chave na evolução dos seres humanos.

Se a crença na justiça divina é tão arraigada entre os seres humanos é por causa da evolução, escreve Dominic Johnson, um especialista em biologia evolutiva e em relações internacionais da Universidade de Oxford, em seu novo livro 'Deus está te observando ".

É possível que tenhamos sido programados para acreditar em Deus?

Deus está te observando:

Propõe uma nova teoria das origens e evolução não só da religião, mas também a cooperação humana e da sociedade.

Explora como existe o medo de punição sobrenatural dentro e fora de contextos religiosos
Usa uma abordagem interdisciplinar que se baseia em nova investigação da antropologia, biologia evolutiva, psicologia experimental e neurociência


Segundo a teoria Professor Johnsons, a sensação de estar sendo observado por um poderoso ser sobrenatural poderia ter sido a causa que os nossos antepassados ​​se comportassem de uma maneira menos egoísta. Johnson acredita que a crença no castigo divino teria ajudado a reforçar a cooperação entre os seres humanos, um dos principais traços que se baseia no sucesso evolutivo de nossa espécie. Da mesma forma, o professor Johnson explica que o medo da punição teria se tornado uma força mais importante na religião do que outros aspectos, como o amor e altruísmo. Segundo ele, isso se deve, principalmente, à maneira como nosso cérebro estabelece ligações.

O professor Johnson diz, em seu novo livro 'Deus está te observando"que essa crença enigmática em castigo divino é algo que foi programado em nós por "evolução"e é uma das principais causas que levaram à criação e desenvolvimento de todas religiões no mundo.

"A capacidade de antecipar recompensas ou punições decorrentes de nosso comportamento seria claramente favorecida pela seleção natural darwiniana, porque promoveu a sobrevivência e reprodução", disse ele.

'Temendo a Deus as pessoas eram mais capazes de evitar levantar a ira de seus companheiros, diminuindo os custos de sanções do mundo real, e levantando as recompensas da cooperação. "

"Ele oferece um toque marcante na antiga ciência e religião- a religião não é uma alternativa à evolução, é um produto da evolução. '

De acordo com a pesquisa psicológica, mostra-se que os eventos negativos na vida humana tendem a ter um impacto muito mais poderoso em nosso pensamento e comportamento do que os positivos.

Professor Johnson acrescentou: "Quando os seres humanos evoluíram a capacidade para a linguagem complexa e ter a capacidade de saber mais que os outros, nosso comportamento tornou-se cada vez mais transparente e egoísta, as transgressões sociais aumentaram'.

'Evitar estes custos inaugurou uma nova era em que a supressão do egoísmo tornou-se um ingrediente vital do sucesso evolutivo do indivíduo. "

"A idéia de que você será julgado por boas e más ações por Deus ou algum outro agente sobrenatural é uma característica recorrente de praticamente todas as religiões do mundo, tanto do passado e do presente. '

"A ameaça de punição sobrenatural dissuadiu o comportamento egoísta e fazendo com que houvesse uma maior cooperação, e isso era uma coisa boa para os indivíduos, bem como a sociedade."

Um comentário:

  1. Deus religião é tudo invenção alienação exploração para que a maioria viva na miséria enquanto uma Henrique Econômica e religiosa Viva como um rei como os padres pastores Papas etc e tal quem são que levam uma vida de nababos de Milionários e o pobre que se ferre

    ResponderExcluir

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO