Seguidores

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Ex-piloto e ex-agente da CIA choca o mundo: “Nenhum avião atingiu as torres gêmeas. Eram hologramas”

“Eram pilotos amadores” disse John.
“Nenhum Boeing 767 atingiu as torres gêmeas. Foi tudo foi uma forma fraudulenta alegada pelo governo, mídia e seus comparsas.
Os prédios foram implodidos!

Um Boeing 767 não pode atingir uma velocidade de 540 mph a 1000 pés acima do nível do mar.
Nenhuma parte significativa do Boeing 767 ou do motor poderia ter penetrado as colunas de aço de 14 polegadas e 37 pés do núcleo maciço da torre, sem que parte caísse no chão.
Os restos do acidente deveriam conter partes maciças do Boeing 767, incluindo 3 núcleos do motor pesando aproximadamente 4 mil quilos cada um.
Não havia nenhuma evidência de qualquer um destes componentes estruturais dessas aeronaves no WTC.
O desaparecimento completo de um Boeing 767 é impossível! “

PORQUE TODOS NÓS VIMOS AVIÕES?

John alega que foram usados hologramas e diz que o governo tem a tecnologia capaz para realizar tal façanha.
O depoimento do executivo, realizado em 28 de janeiro de 2014, é parte de um processo judicial que está sendo investigado por Morgan Reynolds no Tribunal Distrital dos Estados Unidos, Southern District, NY.


Morgan Reynolds, ex-economista-chefe do governo Bush, entrou com um pedido de correção no Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Estados Unidos a respeito de sua crença de que nenhum avião atingiu os prédios.
O capitão John Lear, de 65 anos de idade, aposentado e ex-piloto da CIA, é membro do site Pilotsfor911truth.org, um grupo de pilotos profissionais que alegam que o governo americano está mentindo sobre o que aconteceu naquele dia fatídico.
Apesar de seus argumentos e de fornecer evidências para refutar as reivindicações do governo, ele foi ignorado pela mídia e pelas autoridades do governo.
Confira:


Veja uma versão do vídeo em português;

Isso é o que a radiação pode fazer com o corpo humano

tenção: a imagem abaixo é suficiente para fazer o mais resistente estômago se revirar – especialmente porque esse cara ficou três meses neste estado.


O que você está vendo é o corpo de Hiroshi Ouchi, de 35 anos, que sofreu um terrível acidente ocorrido na instalação de reprocessamento de urânio em Tokaimura, a nordeste de Tóquio, onde ele havia trabalhado em 30 de setembro de 1999. A causa do acidente foi o depósito de uma solução de nitrato de uranilo, que continha cerca de 16,6 kg de urânio, em um tanque de precipitação, excedendo a sua massa crítica. Três trabalhadores foram expostos a quantidades incríveis do tipo mais poderoso de radiação na forma de feixes de nêutrons.

A radiação destruiu completamente os cromossomos em seu corpo.
De acordo com um livro escrito por NHK-TV chamado Slow Death: 83 Days of Radiation Sickness, ao chegar ao Pronto Socorro do Hospital da Universidade de Tóquio, Ouchi parecia relativamente bem para alguém que tinha acabado de ser submetido a níveis de radiação colossais, e foi até mesmo capaz de conversar com os médicos.
Isto é, até que sua pele começou a cair.
Conforme a radiação em seu corpo começou a quebrar os cromossomos dentro de suas células, a condição de Ouchi piorou.



Pesquisadores encontram restos mortais de fada e afirmam: ‘Não é uma farsa’



Que ano é este de 2016, não? Apesar dos muitos acontecimentos ruins (bem ruins), tivemos algumas notícias que nos arrancaram sorrisos, como a de que o professor inglês John Hyatt havia comprovado, através de fotos, a existência de fadas. Muitos duvidaram da veracidade das imagens, mas elas, assim mesmo, foram um soprinho de alegria para nós que sempre acreditamos nesses seres.
 A notícia mais recente, porém, é ainda melhor! O autor L. A. Marzulli, da série Watchers TV, que desvenda o sobrenatural, viajou até o México para se encontrar com o jornalista Jaime Maussan e acompanhar de perto o caso dos restos mortais de uma fada que foram encontrados. A criaturinha em decomposição, que se parece com um morcego, foi submetida a raios-X e diferentes testes laboratoriais de biologia molecular. O resultado dos exames foi chocante: 98,5% do DNA da suposta fada se assemelham ao DNA humano.
É claro que nem todos acreditam na história, mas Ricardo Rangel, Ph.D. que conduziu o teste de DNA, afirma que os restos mortais não se assemelham a nenhuma outra criatura já viva. “Temos um raio-X da criatura e podemos ver as estruturas dos ossos(…) Isso não é uma farsa; ela não foi feita de um molde. Temos uma amostra do tecido desta criatura que enviamos para um laboratório de DNA, mas quando o laboratório tentou sequenciar o DNA, descobriram que não estava de acordo com o de mamíferos e o de outros seres”, revelou o especialista.
L. A. Marzulli, responsável pela série Watchers TV, reforça a veracidade da notícia: “Ainda estamos fazendo pesquisas na criatura. Os raios-X estão sendo analisados por um patologista forense, bem como um radiologista. Dois médicos olharam os exames na semana passada e ambos confirmaram que, na melhor de suas opiniões profissionais, a criatura é real e não uma montagem”.
Difícil de acreditar não? 
Qual sua opinião?


Mito ou verdade: Crânio alienígena de 800 anos intriga os cientistas

A busca por seres extraterrestres está longe de acabar. Uma das mais novas lenhas na fogueira dessa discussão vem da Dinamarca: na cidade de Olstykke, trabalhadores encontraram um misterioso crânio, que parece ter pertencido a alguma criatura alienígena. O tamanho é cerca de 50% maior do que um crânio humano, além das cavidades oculares serem enormes!

Especialistas em veterinária de uma universidade de Copenhagen examinaram a descoberta e não acharam nenhuma referência na história de algum animal semelhante. O objeto foi chamado de “crânio de Sealand” e tem despertado a curiosidade de muita gente – principalmente daqueles que garantem que essa seria uma prova irrefutável de que somos visitados por seres de outros planetas.
O crânio foi descoberto em 2007, mas analisado apenas 3 anos depois. Foi então que novos mistérios surgiram: na datação por carbono-14, o crânio apresentou ter 800 anos, tendo existindo entre os anos 1200 e 1280. Só que ele foi encontrado dentro de uma antiga tubulação, na ilha Sealand, que tem no máximo 100 anos. Como ele foi parar lá?
Na mesma área, foram encontrados alguns ossos de animais, machadinhos de pedra e outros equipamentos do período Neolítico, que pode chegar a até 10 mil a.C.! Nada parecia ter muita conexão com o crânio. Só que as bizarrices não param por aí…

Crânio não pertence a nenhuma espécie terrestre

PODE SER TUDO UMA PIADA…

Sealand teria sido o lar de uma suposta sociedade secreta de poetas e escritores, a Ordem da Luz de Pegasus. Entre os mandamentos de seus seguidores estaria a proteção de um grupo de artefatos curiosos, que, vejam só, incluía um crânio alienígena deixado pelos próprios visitantes extraterrestres, oriundos da constelação de Pegasus.
Para o ufólogo Scott C. Waring, não há dúvidas de que o crânio se trata de um híbrido humano-alienígena. “Os olhos são dilatados e os dentes são alucinantes! Ele não se encaixa em nenhuma espécie conhecida e talvez seja metade humano e metade extraterrestre”, defende. Já outros cientistas são bem mais céticos, dizendo que faltam muitas peças nessa história toda de crânio alienígena.
Onde está o crânio atualmente? Ninguém sabe. Quais cientistas fizeram sua datação? Nenhuma fonte diz. É possível achar mais informações sobre a Ordem a Luz de Pegasus? Não! Ou seja, tudo parece ser mais uma das grandes farsas que fizeram sucesso na internet mexendo com o imaginário popular. Ou não: talvez seja tudo verdade e finalmente temos uma prova de que seres extraterrestres existem.
Desenhos reconstroem o que seria o rosto do híbrido humano-alienígena
Retirado de: [Mega Curioso]


Lucrando com a desgraça: Após tragédia, Netshoes aumenta preço da camisa da Chapecoense e provoca polêmica nas redes sociais


Durante a tragédia que chocou o Brasil na manhã desta terça (29) após o acidente aéreo em que ao menos 70 pessoas morreram, uma polêmica chamou a atenção dos internautas nas redes sociais: a Netshoes, loja online de produtos esportivos, supostamente aumentou o valor da camisa da Chapecoense. No Twitter, muitos fãs de futebol notaram a “coincidência”. Confira a repercussão: 
Não comprem mais nada na @sigaNetshoes. Eles desrespeitam o consumidor diariamente e eu sou prova disso. To na justiça contra eles a um ano.
Ferramenta de histórico de preço da @Tecnoblog confirma que a @sigaNetshoes dobrou o preço da camisa da Chapecoense. Que vergonha...
netshoes já dobrou o preço da camisa da Chape? como o ser humano é podre
primeiro o @catracalivre depois a @sigaNetshoes

hoje além de um dia triste é um dia que desmascaramos empresas sem o mínimo de bom senso
Sobre o aumento substancial de preço (de R$ 129 para R$ 249) na camisa 2015 da Chapecoense na Netshoes: SENSIBILIDADE, por favor.
Atitude infeliz da empresa Netshoes de ter aumentado o valor das camisas da Chapecoense e se aproveitar da comoção das pessoas. 
vergonha da catraca livre e seus posts sem noção e da netshoes que tá dobrando os preços dos produtos do time.
Ver imagem no TwitterVer imagem no Twitter
Netshoes subiu o preço da camisa da Chapecoense de 129 pra 249. Parabéns por lucrar com a tragédia alheia.
Então você aumentou o preço da camisa da Chapecoense de 129,00 para 250,00, @sigaNetshoes? Bosta de loja do caralho!
Fui olhar o preço da camisa da Chapecoense na Netshoes, de 129 mudou pra 250 reais.. que absurdo!
A empresa, no entanto, justificou o aumento numa mensagem no Facebook. O motivo? A Black Friday: “Em virtude da Black Friday, a camisa da Chapecoense estava com preço promocional e, na manhã de hoje, teve suas últimas unidades vendidas (camisa II) por R$ 159,00. Com o esgotamento do produto, por uma programação de sistema, o valor retornou ao preço original de R$ 249,00, junto com o alerta de indisponibilidade do produto“, diz a mensagem.

Reiteramos que no momento estamos sem estoque do produto e que, em nenhum momento houve intenção de aumento do preço. Com o objetivo de sermos transparentes, ajustamos manualmente o preço do produto para o valor inicial, embora o mesmo esteja indisponível. A Netshoes lamenta profundamente o ocorrido e se solidariza com todos os familiares, torcida e amigos dos envolvidos neste episódio” — clique aqui para ler o comunicado completo.

 




Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO