Seguidores

domingo, 27 de novembro de 2016

Nova equação pode ser a chave para a Teoria de Tudo

Físicos podem ter descoberto a ligação entre buracos de minhoca, gravidade e viagens no espaço-tempo



(FOTO: MOPIC/SHUTTERSTOCK.COM)

Uma das coisas mais estranhas da física é que existem praticamente duas físicas diferentes: a da relatividade geral, que explica o comportamento da gravidade e corpos gigantescos do universo, como estrelas e planetas; e a mecânica quântica, que explica as menores partículas conhecidas até hoje, como os quarks e o léptons (que formam os prótons, neutrons e elétrons).

Assim como Ruth e Raquel, as duas físicas são irmãs gêmeas, mas não se bicam. Cada uma explica muito bem o campo em que trabalha, mas, quando são combinadas, elas simplesmente não funcionam — acredite, Einsteintentou bastante unificar as diferentes forças do universo, como explicamos neste texto sobre Teoria das Cordas.
Agora, se depender de uma nova equação proposta pelo físico teórico Leonard Susskind, da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, as reuniões em família da física serão mais amistosas. Para ele, a ligação entre as duas está nos famosos buracos de minhoca — aquele tipo de atalho que liga dois lugares no espaço-tempo e que Matthew McConaughey usou no filme Interestelar. (No filme, eles explicam o conceito unindo dois pontos ao dobrar uma folha de papel)
 

Um comentário:

  1. Quando se fala em viagem no espaço tempo, não tem nada a ver com viagem para um período do tempo como nos filmes. Tempo é uma medida que o homem inventou para medir o período de acontecimentos. O espaço tempo é questão de posicionamento de matéria ou energia no espaço. Se eu for para o futuro do espaço tempo, vou estar onde minha matéria não estaria agora. Se for para o passado, estarei onde a matéria já esteve. Isso não significa que ia mudar o passado da história. Ou o futuro porque só existe o agora.

    ResponderExcluir

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO