Seguidores

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Faustão: o apresentador de uma emissora que recebeu R$ 6,2 bi de Lula e Dilma

A extrema-esquerda está relinchando de ódio com a MP do governo Temer que prioriza o direito dos alunos receberem uma educação útil para as suas vidas. É uma oposição ao lixo que tem sido enfiado goela abaixo deles, colocando-os propositalmente como reféns de uma educação pública que tem um dos piores índices do mundo. Agora, finalmente, eles teriam o direito de escolher fugir desta barbárie educacional.


Em suma, os defensores do modelo atual de educação – que tomam essa decisão por questões partidárias e totalitárias – são verdadeiros monstros, valendo o mesmo para o apresentador Faustão, que usou seu espaço de arena para atacar  desonestamente a MP que propõe valorizar o direito do aluno ao ensino.
Explica-se: a Rede Globo recebeu R$ 6,2 bilhões em publicidade estatal dos governos Lula e Dilma. É evidente que Faustão não emitiu uma opinião, mas expôs apenas a ideia defendida por totalitários que durante 13 anos fizeram repasse de um excessivo volume de verbas estatais para a emissora que o contrata.
Isso é o que significa o Sr. Faustão: o apresentador de uma emissora que sempre apoiou ditaduras, e delas dependeu para manter boa parte de seu sustento.
A resposta para o lançamento de mentiras por Faustão deveria ser trazer à discussão o repasse de verbas estatais no formato de anúncios para a mídia. Enquanto isso, é fácil demonstrar que a MP que valoriza o direito dos alunos do ensino médio é uma proposta que desagrada à escória moral da sociedade. Ou de que outra forma podemos classificar aqueles que intencionalmente querem manter os alunos vítimas de um sistema de ensino ideologizado, inútil e profissionalmente desastroso?
Mas uma boa resposta a Faustão poderia referenciá-lo como “o apresentador da emissora que recebeu R$ 6,2 bilhões em repasse dos governos Lula e Dilma”.

Um comentário:

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO