Seguidores

Visitas

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Estação Espacial Chinesa está 'fora de controle' e cairá na Terra

 Em 2011, a agência chinesa CNSA lançou a primeira estação espacial tripulada com sucesso. Batizada de Tiangong 1, a nave realizou três missões com sucesso e deixou de ser tripulada nos últimos três anos. Agora, as notícias que chegam doveículo não são nada animadoras: ele está sem resposta e fará um retorno "não controlado" para a Terra em 2017.


O retorno não controlado, basicamente, é exatamente o que nome diz: a nave simplesmente vai entrar na atmosfera da Terra e cair em um local não definido. Sem qualquer tipo de comunicação ativa com a Tiangong 1, a boa notícia é que a CNSA espera que ela não machuque qualquer pessoa, pois deve ser consumida por completo antes de chegar ao solo.

"De acordo com os nossos cálculos e análises, a maior parte da estação espacial vai queimar durante a queda", comentou Wu Ping, diretor de engenharia na agência chinesa. Isso significa que, no máximo, pequenos pedaços de metal devem cair "dos céus" — e como em outras quedas, o oceano deve ser o alvo.

O Tiangong 1 possui cerca de 10 metros de comprimento e pesa cerca de 8 toneladas. Por causa desse tamanho, de acordo com outros especialistas, é necessária uma preocupação leve: a nave é pequena e realmente poderá ser consumida em sua totalidade durante a queda. Contudo, se o solo for o alvo e ela não for desintegrada, os pedaços da nave podem machucar. "Alguns pedaços devem cair com cerca de 100 quilos, o suficiente para configurar uma 'pancada feia' se cair em você", disse o Jonathan McDowell, astrofísico de Harvard.
Ainda, se as peças da nave não caírem no mar, "há uma chance de dano. Elas podem cair no carro de alguém, já que haverá uma chuva de peças de metal. Elas podem cair em algum telhado, porém não é um dano disseminado", disse McDowell.
É esperado que o Tiangong caia na Terra na segunda metade de 2017.
FONTE(S)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO