Seguidores

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Raro evento da ‘Lua Negra’ ocorrerá nesta sexta-feira, dia 30

Acontecerá nesta sexta-feira o raro evento da “Lua negra”, transformando o céu em um ambiente escuro a medida que o Hemisfério Ocidental experimenta sua segunda lua nova do mês.
Aqueles do outro lado do mundo vão ter que esperar até o próximo mês para o mesmo que ocorra o mesmo evento, mas a espera irá valer a pena – a sua lua negra misteriosa está definida para coincidir com o Dia das Bruxas.
Alguns dizem que uma lua negra ocorre cerca de uma vez a cada 19 anos, quando o mês de fevereiro pula uma lua cheia.
Outros dizem que descreve o mês que pula uma nova lua – a primeira fase do ciclo lunar, quando a Lua e o Sol têm a mesma longitude elíptica.


Mas a definição mais comum para uma lua negra é que é a segunda lua nova em um mês, o que significa que o evento desta sexta-feira é a segunda vez em setembro que a Lua ficará totalmente invisível no céu à noite – para aqueles localizados no Hemisfério Ocidental.
Se você estiver familiarizado com os ciclos lunares, você saberá que uma lua cheia ocorre quando o lado da Terra virado para a Lua está completamente iluminado pelo Sol, graças à sua posição orbital em um determinado momento do mês.
Isto significa que para os telespectadores no hemisfério oriental, a Lua vai aparecer incrivelmente brilhante no céu noturno, ou seja, uma noite de Lua Cheia.
A lua nova, por outro lado, ocorre quando o lado da Lua que é iluminado pelo Sol é voltado para longe da Terra, o que torna-se praticamente invisível a olho nu.
Como Joe Rao explica para Space.com, “há normalmente uma lua cheia e uma lua nova a cada mês, mas às vezes o ciclo lunar não corresponde, e você pode obter várias ou nenhuma em um determinado mês.”
“Uma segunda lua cheia em um único mês é chamado às vezes de lua azul”, diz Rao. “A lua negra é supostamente o outro lado de uma lua azul: a segunda lua nova em um único mês.”
Por fim, a Lua negra ocorrerá nesta sexta-feira, 30 de Setembro, as 21:00h, horário de Brasília, para o Hemisfério Ocidental, que abrange as Américas do Norte e do Sul, e certas partes ocidentais da Europa e da África.

Então, como será o evento da Lua negra?

Como todas as luas novas, sem a luz do Sol para iluminá-la, não haverá nada para ver, o que não é relativamente ruim para aqueles que gostam de observar as estrelas, já que a Lua geralmente ofusca o brilho delas.

Aqui está um vídeo da NASA com os ciclos lunares:

Fonte: [Science Alert]

- KF



Pense nisto!

Orca coloca peixe como armadilha para capturar ave







Suspeita de sabotagem francesa em Alcântara é comprovada por documentos

Em recente edição, o Folha de São Paulo trouxe uma série de documentos que comprovam que o governo brasileiro suspeitou que o acidente no lançamento do VLS-3, na Base Espacial de Alcântara (MA) em 2003, foi uma sabotagem feita pelos franceses.


Sempre foi comum ouvir sobre boatos de sabotagem norte-americana (vindo do Wikileaks não é muito confiável, já que eles divulgam documentos sobre ETs...), mas nunca de franceses. Mas com um pouco de análise pode-se concluir que a França teria razões e métodos para isso (o que não significa necessariamente que houve sabotagem, muito menos que ela partiu de Paris).

- As melhores bases de lançamento, quanto a posição em relação ao Equador são a Base de Alcântara e a de Kourou, na Guiana Francesa, sendo a brasileira ligeiramente mais favorável. Isso deve ao fato de, próximo ao Equador, a força de rotação da Terra ser mais bem aproveitada para impulsionar os satélites. A redução dos custos com combustível, comparado com o Cabo Canaveral (EUA) e Baikonur (Russia) varia de 13 a 31%.

- A Arianespace, um empresa francesa de lançamento de satélites, movimenta cerca de 1,7 bilhões de reais! E os lançamentos desses satélites ocorrem em Kourou, na Guiana Francesa.

- Em períodos de dois anos são encontradas boias de comunicações em prais próximas de Alcântara, sendo que, como diz um documento confidencial da ABIN, de 2009: “A agência tem monitorado o aparecimento de boias em intervalos de dois em dois anos, nas praias do CLA. Elas são acionadas por controle remoto via satélite e têm capacidade de enviar, transmitir e medir frequência, além de possuírem espaço suficiente para abrigarem corpos estranhos; estão equipadas com bateria de longa duração e painel solar.Há de se estranhar a presença dessas boias no local porque a região não tem indústria pesqueira, não está na rota de barcos que utilizem essas boias, elas não se deslocam para muito distante de onde são colocadas e, no entanto, só são encontradas nas praias próxima ao CLA, apesar dos quilômetros de praias existentes no Maranhão”.

Vale ressaltar que, pela investigação oficial a explosão foi provocada por uma pane elétrica que causou ignição antecipada de um dos propulsores do foguete.

O mais estranho, vindo por parte do nosso governo é, mesmo sabendo da falta de interesse por parte dos franceses no nosso desenvolvimento espacial, nós temos um acordo de "cooperação técnica" com eles!

A reportagem completa pode ser lida abaixo:

Com a suspeita de que era espionado pela França, o Brasil investigou se agentes do serviço secreto francês promoveram ação de sabotagem para explodir a base de lançamento de satélites de Alcântara, no Maranhão.

Em 2003, um acidente no local matou 21 pessoas, entre engenheiros e técnicos do CTA (atual Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial), órgão da Aeronáutica.
A Folha obteve documento secreto da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) que revela pelo menos três operações de contraespionagem cujos alvos eram espiões franceses e seus contatos brasileiros e estrangeiros.


Houve também monitoramento do serviço de inteligência em órgãos de cooperação e cultura ligados à Embaixada da França. O objetivo era proteger o setor espacial brasileiro da espionagem internacional.

O documento obtido pela reportagem evidencia que o Brasil monitorava o que os agentes da Abin descrevem como "rede de espionagem" da DGSE (sigla de Direção-Geral de Segurança Externa, a agência de inteligência da França), ativa no Maranhão e em São Paulo.



Um ex-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) confirmou à Folha que o governo sabia da espionagem internacional em Alcântara. Após o acidente, a investigação sobre a eventual sabotagem francesa prosseguiu, conforme disse um ex-dirigente da Abin que pediu para não ser identificado.

Apesar das evidências de espionagem francesa, o governo não encontrou provas de sabotagem. Oficialmente, a explosão foi provocada por uma pane elétrica que causou ignição antecipada de um dos propulsores do foguete.

A localização da base brasileira no Maranhão é considerada uma das melhores do mundo para o lançamento de foguetes com satélites comerciais, pela proximidade ao Equador. A estimativa é que os lançamentos de Alcântara economizem até 30% em combustível.

Se desse certo, a base de Alcântara (que está sendo reconstruída) se transformaria na única concorrente do Centro Espacial de Kourou, localizado na Guiana Francesa, território que faz fronteira com o Brasil e que pertence ao país europeu.

Conforme documento obtido pela reportagem, ao menos desde 2002 a Abin vigiava a movimentação de espiões franceses em Alcântara. Sob condição de anonimato, um oficial de inteligência que acompanhou o caso disse que um dos alvos era um agente francês do DGSE que se apresentava como Olivier. Ele atuava na região disfarçado de professor de kitesurf, e recrutava informantes na base brasileira. A Abin fotografou o francês e seus contatos.

Os agentes também descrevem no relatório ações para monitorar a rede de espionagem em órgãos como Cendotec (Centro Franco-Brasileiro de Cooperação Técnica e Científica), ligado ao consulado francês em São Paulo, e Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Até 2003, ao menos oito relatórios de inteligência foram produzidos sobre o caso. Procurada, a embaixada da França não se manifestou.


Fonte:



Descoberta arqueológica confirma relatos da Bíblia

Arqueólogos israelenses descobriram em Tel Lakhish um santuário e um portão da cidade, com 2.900 anos de idade, que confirmam o relato bíblico do Rei Ezequias, relata a revista Live Science..


De acordo com a Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA significa), a porta e o santuário são a prova das medidas tomadas por Ezequias, o décimo segundo rei da Judéia, para abolir as divindades. Nas palavras da Bíblia, Ezequias, cujo reinado remonta ao século VIII a.C., “removeu os altares, quebrou as pedras sagradas e quebrou as imagens da deusa Asherah”.
A porta está em uma área de 24,5 por 24,5 metros de tamanho, com seis câmeras e na rua principal da cidade. A seção norte do portão foi escavada décadas atrás por uma expedição liderada por arqueólogos do Reino Unido e da Universidade de Tel Aviv. A última escavação, realizada este ano, tem objetivo de encontrar a porta completa.

- KF

ESTA NOITE! Raro evento lunar, chamado ”Lua negra” irá acontecer:

Um evento lunar muito especial está pra acontecer, O “Black Moon” está previsto para ocorrer na sexta-feira 30 de setembro, por volta de 8:11 pm EST, mas para aqueles na costa leste será depois da meia-noite em 1º de outubro Enquanto muitas pessoas estão animadas para ver, outras suspeitam que pode ser o apocalipse! Felizmente, não há nenhuma razão para se preocupar. Não é o fim do mundo.


Mesmo que seja semelhante a uma lua normal, há algumas características diferentes. Joe Raodo Space.com explicou como distingui-la, “Uma segunda lua cheia em um único mês é chamado às vezes uma lua azul. A lua negra é supostamente o outro lado de uma lua azul; a segunda lua nova em um único mês.” Claro que, como é a segunda lua nova em um mês, a lua nova é quando vemos uma sombra cobrindo o lado que vemos da Terra, dando-lhe uma aparência invisível!
Assim, quando você estiver esperando o evento desta noite, o “Black Moon” será difícil de ver, uma vez que o céu também será escuro ao anoitecer. É, na verdade, não um eclipse lunar ou solar, mas muito mais além do ciclo mensal da lua, no entanto, ainda é um acontecimento raro, dado que o último ocorreu em março de 2014, e o próximo é esperado supostamente para acontecer em 2019. Prepare-se!
Para ver esse evento, a Lua negra ocorrerá nesta sexta-feira, 30 de Setembro, as 21:00h, horário de Brasília, para o Hemisfério Ocidental, que abrange as Américas do Norte e do Sul, e certas partes ocidentais da Europa e da África.

- KF

Sonda Rosetta colide em cometa e finaliza sua missão histórica

Após doze anos coletando dados pelo Sistema Solar, sonda da Agência Espacial Europeia termina sua jornada

(FOTO: DLR, CC-BY 3.0 / FLICKR)

Após doze anos coletando valiosos dados sobre o Sistema Solar, a sonda Rosetta terminou sua missão. O aparelho da Agência Espacial Europeia (ESA) colidiu com o cometa 67P/Churyumov-Gersasimenko no início da manhã desta sexta-feira (30) no horário de Brasília.
A agência perdeu contato com a sonda no fim da tarde de quinta-feira (29), quando ela entrou no curso de colisão com o cometa em uma altitude de 19 quilômetros. Rosetta foi eficiente até o fim: durante a aproximação, ela coletou informações sobre o gás, a poeira e o plasma que envolvem a superfície do 67P, além de captar imagens dele — os dados foram enviados para a Terra antes da perda de contato.
"A Rosetta fez história mais uma vez", disse Johann-Dietrich Wörner, diretor da Agência Espacial Europeia. "Hoje celebramos o sucesso de uma missão que mudou o jogo, uma que ultrapassou todos nossos sonhos e expectativas e que continuará o legado da ESA no estudo de cometas." 
IMAGEM CAPTADA POR ROSETTA AO SE APROXIMAR DO COMETA (FOTO: ESA/ROSETTA/MPS)
Histórico
Desde que saiu da Terra, em 2004, a Rosetta deu várias voltas ao redor do nosso planeta, passou por Marte e encontrou dois asteroides. Em novembro de 2014, o robô Philae se desprendeu da sonda para pousar no cometa 67P Churyumov-Gerasimenko, se tornando a primeira criação humana a tocar a
superfície de um cometa.
A decisão de terminar a missão colidindo no cometa surgiu a partir do fato de que a sonda e o cometa estavam indo para além da órbita de Júpiter. A distância do Sol dificultaria a recarga de Rosetta, que ficaria com pouca energia para funcionar. Vida longa e próspera. 
SEQUÊNCIA DE IMAGENS CAPTADAS POR ROSETTA AO SE APROXIMAR DA SUPERFÍCIE DO COMETA 67P/C-G (FOTO: ESA/ROSETTA/MPS)
- KF



Estas fotografias incríveis de lugares abandonados vão impressionar você

Se existe um fotógrafo que adora registrar imóveis antigos, seu nome é Christian Richter. Só que, em vez de capturar a beleza de lugares preservados ou restaurados, ele prefere o glamour decadente de edifícios deteriorados pelo tempo. Com uma estética bastante peculiar, o alemão retrata a efemeridade das construções erguidas pela humanidade e revela a beleza intrigante que elas, curiosamente, conservam.

Nascido na Alemanha Oriental, o fotógrafo conta que cresceu cercado por indústrias e prédios em ruínas e que a atmosfera apocalíptica dessas construções não podia ser encontrada em nenhum outro lugar.  Ainda segundo ele, em oito anos, suas lentes fotografaram mais de mil edifícios na Alemanha, França, Bélgica, Polônia e Itália. Alguns deles você confere a seguir:

(Reprodução/Christian Richter)

(Reprodução/Christian Richter)

(Reprodução/Christian Richter)

(Reprodução/Christian Richter)

(Reprodução/Christian Richter)

(Reprodução/Christian Richter)

(Reprodução/Christian Richter)

(Reprodução/Christian Richter)

(Reprodução/Christian Richter)

(Reprodução/Christian Richter)

(Reprodução/Christian Richter)

(Reprodução/Christian Richter)

(Reprodução/Christian Richter)


- KF

Candidato cria saia justa em debate da Globo em Salvador ao tentar ler um trecho da Bíblia

Um momento, no mínimo, inusitado chamou atenção no debate promovido pela TV Globo nesta quinta-feira, em Salvador, com candidatos à prefeitura da capital da Bahia. Em determinado instante, o deputado estadual Pastor Isidório (PDT) decidiu ler um trecho da Bíblia.



Repreendido pelo mediador, o jornalista Alexandre Garcia, o candidato foi lembrado de uma das regras do debate, que não permite a leitura de documentos durante as falas dos participantes. Pastor Isidório, então, argumenta que a Bíblia se trata de um "patrimônio imaterial".

Após um breve bate-boca entre o candidato e o jornalista, Pastor Isidório, então, criticou o rival e atual prefeito da cidade, ACM Neto (DEM), e a palavra foi passada para o próximo a perguntar no rodízio. 


Confira:

Faustão: o apresentador de uma emissora que recebeu R$ 6,2 bi de Lula e Dilma

A extrema-esquerda está relinchando de ódio com a MP do governo Temer que prioriza o direito dos alunos receberem uma educação útil para as suas vidas. É uma oposição ao lixo que tem sido enfiado goela abaixo deles, colocando-os propositalmente como reféns de uma educação pública que tem um dos piores índices do mundo. Agora, finalmente, eles teriam o direito de escolher fugir desta barbárie educacional.


Em suma, os defensores do modelo atual de educação – que tomam essa decisão por questões partidárias e totalitárias – são verdadeiros monstros, valendo o mesmo para o apresentador Faustão, que usou seu espaço de arena para atacar  desonestamente a MP que propõe valorizar o direito do aluno ao ensino.
Explica-se: a Rede Globo recebeu R$ 6,2 bilhões em publicidade estatal dos governos Lula e Dilma. É evidente que Faustão não emitiu uma opinião, mas expôs apenas a ideia defendida por totalitários que durante 13 anos fizeram repasse de um excessivo volume de verbas estatais para a emissora que o contrata.
Isso é o que significa o Sr. Faustão: o apresentador de uma emissora que sempre apoiou ditaduras, e delas dependeu para manter boa parte de seu sustento.
A resposta para o lançamento de mentiras por Faustão deveria ser trazer à discussão o repasse de verbas estatais no formato de anúncios para a mídia. Enquanto isso, é fácil demonstrar que a MP que valoriza o direito dos alunos do ensino médio é uma proposta que desagrada à escória moral da sociedade. Ou de que outra forma podemos classificar aqueles que intencionalmente querem manter os alunos vítimas de um sistema de ensino ideologizado, inútil e profissionalmente desastroso?
Mas uma boa resposta a Faustão poderia referenciá-lo como “o apresentador da emissora que recebeu R$ 6,2 bilhões em repasse dos governos Lula e Dilma”.

LINDO ARCO-ÍRIS DUPLO SOBRE A CIDADE DE CHIGAGO

Chicago teve um grande número de tempestades pesadas na noite quarta-feira (13/07) e quando o tempo começou a melhorar, o céu ficou limpo e de uma cor amarelo brilhante.


Por alguns momentos fugazes um arco-íris duplo surgiu e foi capturado  por Mike Eisenberg, que teve a sorte de estar em um ponto com a vista perfeita para sacar essa foto.
Esse fenômeno óptico e meteorológico que separa a luz do sol em seu espectro (aproximadamente) contínuo quando o sol brilha sobre gotas de chuva. Com isso um arco multicolorido é formado; a ordem completa é vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta.

O mundo da ciência virou de pernas para o ar com essa descoberta sobre superbactérias

Shu Lam, uma estudante de doutorado de apenas 25 anos da Universidade de Melbourne, na Austrália, criou uma maneira inovadora de combater superbactérias resistentes a medicamentos, sem usar antibióticos.

Shu Lam


Por enquanto, a nova abordagem só foi testada em células em laboratório e em ratos, mas poderia oferecer uma solução incrível para esse problema tão grave que a Organização das Nações Unidas já o declarou uma “ameaça fundamental” para a saúde mundial – tanto que já está sendo saudada por cientistas do campo como “uma descoberta que poderia mudar a face da medicina moderna”.

 pesquisa foi publicada na revista Nature Microbiology.

Solução criativa

Bactérias resistentes aos antibióticos matam cerca de 700.000 pessoas a cada ano. Um estudo recente sugere que o número pode subir para cerca de 10 milhões em 2050.
Além de superbactérias comuns em hospitais, como a Staphylococcus aureus resistente à meticilina, doenças como a gonorreia estão prestes a tornar-se resistentes a todas as drogas que temos para combatê-las.
Então, o que podemos fazer?
Segundo Lam, podemos usar um polímero em forma de estrela que pode matar bactérias. Sua invenção foi eficaz em exterminar seis estirpes de superbactérias diferentes sem o uso de antibióticos, simplesmente rasgando suas paredes celulares.
“Nós descobrimos que os polímeros alvejam e matam as bactérias de várias maneiras”, disse Lam ao portal The Telegraph. “Um dos métodos é quebrando a parede celular das bactérias. Isso gera muito estresse sobre elas e faz com que comecem a matar-se”.

SNAPPS

Os polímeros – “polímeros peptídeos antimicrobianos estruturalmente projetados com nanoengenharia” ou SNAPPS – funcionam penetrando, atacando e desestabilizando a membrana celular das bactérias.
Ao contrário dos antibióticos, que também podem afetar células saudáveis , os SNAPPS são tão grandes que não parecem afetá-las. “Estamos falando de uma diferença de escala entre um rato e um elefante”, disse Greg Qiao, que participou da pesquisa, ao Sydney Morning Herald. “As grandes moléculas não podem entrar nas células saudáveis”.
SNAPPS combatendo bactérias
Até agora, a equipe só testou seus polímeros em seis estirpes de bactérias resistentes a medicamentos em laboratório, e em uma superbactéria em ratos vivos.

Em todos os experimentos, os SNAPPS foram capazes de matar seus alvos e, geração após geração, as bactérias não parecem desenvolver resistência aos polímeros.

Paciência

Antes de nos empolgarmos demais, no entanto, vale lembrar que ainda é muito cedo para saber se a técnica vai funcionar com seres humanos.
A abordagem ainda está muito longe de aplicações clínicas.

Porém, o que é mais impressionante sobre o novo projeto é que, enquanto outras equipes de pesquisa estão à procura de novos antibióticos, Lam encontrou uma solução completamente diferente, que pode fazer toda a diferença na chamada “era pós-antibióticos”. [ScienceAlert]

- KF

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Sem bater ponto, servidores candidatos custam R$ 7,8 milhões por mês ao Paraná

1.196 servidores públicos estaduais são candidatos a cargos públicos e estão de licença


As licenças de 1.196 servidores públicos estaduais que se candidataram nas eleições deste ano custam R$ 7,8 milhões por mês ao governo do Paraná. A manutenção dos pagamentos dos salários é prevista em lei eleitoral e no estatuto do servidor.
Os dados foram fornecidos pelo governo do estado ao Livre.jor via Lei de Acesso à Informação.
Os 1.132 servidores estaduais que disputam as eleições são um contingente maior que o de candidatos à prefeitura e à Câmara Municipal de Curitiba. Cerca de 80% dos servidores concorrem a uma vaga de vereador, e 9% almejam ser eleitos para executivos municipais – 5% são candidatos a prefeitos e 4% a vice-prefeitos.
A conta não está completa. Não foram informados os nomes de 127 servidores, o que impossibilita que se saiba a que cargos concorrem.
De acordo com a Lei Complementar Federal nº 64/90, os servidores públicos devem se afastar dos cargos, sob risco de se tornarem inelegíveis. A mesma lei dá garantia dos salários durante os três meses anteriores às eleições. Com base nos salários de junho dos servidores, o custo total do período pode chegar a R$ 23,5 milhões para o governo.
A Secretaria de Educação é, de longe, a que mais tem servidores licenciados. São 810 professores e agentes administrativos que se afastaram para concorrer as eleições, ou 67% do total de licenciados, a um custo mensal de R$ 5,4 milhões. Das secretarias, a segunda colocada em número de servidores afastados é a de Segurança Pública, com 80 servidores – 6,6% do total, ao custo mensal de R$ 690 mil.

Onde estão

Pouco mais de 6% dos candidatos estão em Curitiba. O restante está espalhado em outros 328 municípios do Paraná. Cascavel é a segunda cidade com o maior número de servidores candidatos, com 2,84% do total de licenciados, seguido de Londrina, com 2,42% e Ponta Grossa, com 2,26%.
A garantia de remuneração também é válida para as estatais e autarquias. Com isso, empregados de empresas como Cohapar, Sanepar e Copel e Instituto Emater têm a garantia do pagamento dos salários durante as licenças eleitorais.

Da lista de licenciados, a Sanepar, com 91 funcionários nas eleições, fica atrás apenas da Secretaria de Educação. Na sequência vêm Instituto Emater, com 45 licenciados, Copel, 31, e Cohapar, com quatro. O custo mensal das licenças nas empresas é de R$ 810 mil, cerca de 10% do total a ser pago pelo governo.
Cerca de um quarto dos servidores licenciados são filiados ao PT (12,72%) ou ao PMDB (11,04%), sendo 82% desse contingente formado por funcionários da Secretaria de Educação. Em terceiro lugar na quantidade de filiados está o PSC, com 6,17% dos servidores candidatos – 14% dos quais na Secretaria de Segurança –, PV, com 5,52%, e PSDB, com 5,43% dos licenciados.

130 tiveram candidaturas negadas

Como a coordenação das liberações de licenças fica a cargo de cada departamento, conforme informado pela Secretaria de Administração, o Livre.jor enviou a cada uma das 74 secretarias, órgão públicos, autarquias e empresas de economia mista solicitação da lista com os servidores licenciados, remuneração e localidade. Do total, 63 responderam a solicitação, das quais 40 indicaram não ter funcionários licenciados para as eleições.
Segundo os órgãos públicos, foram 1.326 solicitações de licenças para as eleições. No entanto, nem todas foram efetivadas. Exatos 130 servidores que pediram afastamento ficaram de fora das eleições. É o que aponta o cruzamento das listas do governo com o total de candidatos no Paraná.
Com isso, reduziu-se também o valor mensal, que seria de R$ 8,7 milhões. Isso porque a concessão das licenças depende da apresentação da convenção do partido com a indicação do nome do servidor como candidato, além do registro da candidatura.

30% de eleitos

Pouco mais de 31% dos servidores que se licenciaram para as eleições de 2016 também concorreram no pleito municipal de 2012. Além disso, cerca de 13% participaram das eleições de 2012 e 2008.
Em 2012, 30% dos servidores que concorreram foram eleitos ou por média ou por quociente partidário. Na outra ponta, 23% não conseguiram nem cem votos. Onze candidatos sequer fizeram dez votos, sendo que cinco não votaram nem neles mesmos.
Mesmo com péssimos resultados nas duas últimas eleições, alguns disputam novamente em 2016. É o caso de três que estiveram entre os dez candidatos servidores menos votados em 2008 e tiveram no máximo 20 votos quatro anos depois.
Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO