Seguidores

Visitas

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Queda de meteoro causa explosão sobre a Rússia, e faz a noite virar dia!



"Olhamos para uma montanha próxima de nós... e havia um meteoro gigantesco passando por cima de tudo" - Olga Sagalakova, testemunha ocular





Os céus da região oeste da Sibéria, ao norte da Rússia, ganharam um brilho especial na noite dessa terça-feria, 06 de dezembro, quando um meteoro explodiu sobre a cidade de Sayanogorsk.

Diversos moradores da região da Khakasiya testemunharam a grande bola de fogo, que levou alguns segundos para cruzar todo o céu. Vídeos e fotos do evento ganharam destaque em toda a mídia internacional.

Segundo testemunhas, em algumas regiões foi possível escutar uma grande explosão. O site oficial da cidade de Sayanogorsk relatou o caso como uma possível queda de um corpo celeste.





"Logo de início, eu não entendi o que estava acontecendo. Uma luz repentina tomou conta. Não era tão clara quanto a luz do Sol, mas era muito clara", disse Olga Sagalakova durante uma reportagem. "Olhamos para uma montanha próxima de nós... e havia um meteoro gigantesco passando por cima de tudo. Tinha uma cauda. Francamente eu fiquei assustada. Achei que era uma bomba."

Outro residente de Khakasiya, Nikolay Soldatov, disse que o meteoro "emitia uma luz fria, como de uma lâmpada fluorescente."

"Eu ví que ela começava a brilhar rapidamente. O brilho era muito intenso, não suficiente para causar cegueira, mas ainda assim, muito intenso." Nikolay continua: "Eu olhei pra cima e... acima do hospital da cidade havia um meteoro."

A passagem do meteoro durou aproximadamente 3 ou 4 segundos , e após cerca de 30 segundos, um grande estrondo pôde ser ouvido em toda a região, disparando alarmes de carros em várias partes da cidade.

"Foi muito bonito. Não se vê isso todos os dias", disse Sergey Isaykin. "Mas não ficamos assustados, porque notamos instantaneamente que aquilo era algo parecido com o que aconteceu em Chelyabinsk, a três anos atrás."

"A rocha espacial que causou o brilho e a explosão, queimou na atmosfera, e pouco ou nenhum som foi ouvido pela maioria da população", anunciou o Ministro de Emergências.



    Forums locais foram bombardeados com especulações de que o tal "meteoro" seria na verdade a queda de um foguete com problemas técnicos, mas as autoridades locais se pronunciaram, dizendo que trata-se de um evento natural, e que não havia causado qualquer dano na região.



    Não se sabe até o momento se algum fragmento sobreviveu a queda, mas se a resposta for sim, provavelmente caiu em algum lugar próximo do Vale de Babik, segundo autoridades regionais, que disseram ainda que uma expedição já estava a caminho daquela área.

    Apesar de ser muito brilhante, esse bólido foi muito menor e menos brilhante do que o famoso evento de Chelyabinsk, ocorrido em fevereiro de 2013.





    De acordo com Natan Eysmont, do Instituto de Pesquisas Espaciais da Rússia, essa rocha espacial tinha apenas cerca de 10 ou 15 metros de diâmetro, e não era composta por ferro. "Meteoros desse tipo, se não entrarem na atmosfera em um ângulo muito inclinado, não representam perigo."




    Imagens: (capa-divulgação) / divulgação
    08/12/16


    Galeria do Meteorito 

    quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

    Vazam imagens de suposta “fazenda de órgãos” de crianças na fronteira entre a Malásia e Tailândia

    De acordo com o site de notícias The Coverage, um usuário no Facebook, chamado Goh Soo Heng, compartilhou imagens em sua página alegando que mais de 700 cadáveres de crianças, supostamente, foram encontrados sem órgãos em uma região entre a fronteira da Malásia e Tailândia.

    A postagem original não foi divulgada pelo portal de notícias, que também afirmou não ser capaz de verificar tais reivindicações ou origem das fotos.

    Um dos registros mostra o que parece ser centenas de crianças mortas, numeradas e alinhadas no chão, enquanto outra mostra o corpo de uma menina presa por fita adesiva e embalado em uma caixa de papelão.

    O post também sugeria que as imagens representavam o trabalho de supostos vendedores de órgãos, que raptam crianças para vender seus órgãos no mercado negro. O autor da publicação ainda aconselhou os pais que procurassem manter seus filhos sempre perto e em vigilância durante viagens ao exterior, para que não sofressem com as ações dos criminosos.
    Apesar de criminosa, a venda de órgãos, que foi vinculada ao tráfico de seres humanos, se tornou-se um negócio em expansão em escalas globais durante o século 21. Em um relatório investigativo conduzido pela USA Today, descobriu-se que o negócio é muito lucrativo especialmente nos EUA, devido à alta demanda de transplantes.

    A investigação revelou que, entre 1987 e 2006, mais de 16.800 famílias entraram com ações judiciais afirmando terem partes do corpo vendidas ilegalmente. O valor estimado do mercado, de acordo com números obtidos por agentes federais, organizações públicas e universidades médicas, era de 6 bilhões de dólares.
    The Coverage / Big Think ] [ Fotos: Reprodução / The Coverage ]