Seguidores

Visitas

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Mulher urina e põe fogo em Alcorão, ameaçando matar muçulmanos "parasitas"

Em vídeo, eslovaca afirmou que irá matar qualquer praticante da religião que cruze seu caminho, inclusive crianças. Mensagem foi encaminhada à polícia


Reprodução/Youtube
Depois de ofender e ameaçar muçulmanos, mulher passou a ser investigada e fugiu do país, encontrando abrigo na Finlândia
Uma mulher provocou indignação depois de filmar a si mesma urinando e queimando o Alcorão em uma declaração de guerra contra os “parasitas” muçulmanos. Ainda não identificada, a moça é vista no vídeo em frente a uma bandeira da Eslováquia enquanto insulta o livro sagrado.
A eslovaca fez sua gravação contra muçulmanos em uma floresta de seu país. Ela arranca várias páginas do Alcorão antes de abaixar sua calça e urinar no livro, todo rasgado. Em seguida, joga um líquido inflamável que parece ser gasolina nas folhas soltas e na capa, incendiando o combustível.
Como se o ataque físico ao livro sagrado não fosse suficiente, ela também faz ofensas verbais ameaçando aqueles que são adeptos do Islã em seu país. Falando à câmera, ela chama os devotos a Maomé de parasitas.
“Eu vou caçar vocês, passo a passo. Eu não me importo se você é mulher, criança ou homem. Eu vou matar qualquer um que cruze meu caminho”, disse. “Eu não ligo para acusações criminais. Elas não vão me fazer parar. Eu tenho uma mensagem para todos, inclusive a polícia – ninguém vai me parar”.


video


Desde a publicação do vídeo, a polícia local confirmou ter recebido diversas reclamações sobre o a mensagem chocante e acredita-se que uma investigação ao redor do caso já foi iniciada. Foi reportado que a mulher já deixou o país e atualmente está foragida na Finlândia.

Perseguição

Os praticantes do Islã tem sido alvo constante de ódio e generalização, especialmente por causa do grupo terrorista Estado Islâmico. Nos Estados Unidos, o presidente Trump estabeleceu uma restrição migratória para sete países nos quais a religião é predominante.
Felizmente, a restrição logo foi derrubada pelo sistema judicial norte-americano, mas o presidente ainda não desistiu da ideia e pretende continuar tentando implementar o veto migratório e a refugiados.
Uma pesquisa mostrou que esse pensamento não é exclusivo a Trump quando 55% dos europeus concordou que a entrada de mais muçulmanos no continente deveria ser barrada. A pesquisa foi feita com dez mil pessoas em dez países diferentes.

Assustador: Stalkscan revela tudo o que o Facebook sabe sobre você

Stalkscan (stalkscan.com) promete revelar tudo o que o Facebook sabe sobre você: o que já curtiu, publicou ou foi marcado, além de dados pessoais e interesses. A ferramenta utiliza um recurso antigo e pouco conhecido da rede social para fazer as buscas e, apesar de ser assustadora — pela quantidade de informações que consegue rastrear —, não viola nenhum dos termos de uso e políticas da plataforma de Mark Zuckerberg.

Stalkscan pode revelar tudo o que o Facebook sabe sobre você (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo)


Ao colar o link de um perfil no Stalkscan, o site permite escolher qual detalhe específico quer ver sobre aquela página. Após selecionar a pesquisa, o usuário é encaminhado para o resultado da busca dentro do próprio Facebook. É possível, por exemplo, ver todas as fotos que seu namorado curtiu ou eventos que foram confirmados, mas não apareceram no feed de notícias. Um verdadeiro escavador de dados.

Criado por Inti De Ceukelaire, desenvolvedor belga que se auto-intitula um “hacker ético”, o Stalkscan usa o Graph Search, recurso do Facebook lançado em 2013 para permitir o acesso a diversos dados. 
Após a suspensão do serviço por um tempo, a Pesquisa de Gráfico ainda funciona em inglês e com usabilidade complexa, mas agora com a mesma preocupação de privacidade exposta no scanner — veja oito dicas para usar o Graph Search e descobrir tudo o que você quiser no seu Facebook.
Apesar de revelar informações muitas vezes escondidas, o Stalkscan só permite ver os resultados liberados através da configuração de segurança dos posts. Em outras palavras, se você ajustou todas as suas publicações para apenas amigos visualizarem, a ferramenta de busca do Stalkscan não vai mostrar as fotos, os posts ou os vídeos para quem não tem vínculo direto com você na rede social.
O site mostra o que outras pessoas curtiram na rede social  (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo)
Ao site Motherboard, o desenvolvedor da ferramenta afirma que o objetivo do scanner é ajudar pessoas leigas a entenderem quais dos seus dados estão compartilhando na rede social. Como o Stalkscan não viola os termos de uso do Facebook, a plataforma torna mais fácil encontrar informações escondidas nos perfis.
“A Graph Search e as questões de privacidade não são novas, mas eu sinto que isso nunca realmente alcançou as pessoas. Com minhas ações e ferramentas fáceis de usar eu quero chegar até as pessoas sem experiência tecnológica. A maioria delas não têm idéia do que compartilham com o público”, disse De Ceukelaire.
video